Newsletter

Partilha

FacebookTwitter

Uma historia_para_nunca_ser_contada_foto_09_creditos_Pedro_Soares

10' | M12

 

Qual o limite entre a fantasia e a realidade, quando a realidade se transforma num Mundo no qual não há limites entre o que é simplesmente real ou simplesmente ficção? Numa história que pensamos ter existido, a qual nunca quer vir a ser contada, onde o início não passa apenas de um fim?

Um corpo fragilizado - forte em tempos - que busca um começo num fim iminente, num espaço e plano limitados por essa mesma história, nunca contada.

 

“Primeiro aconteceu a chuva, na realidade

Não a ouviste, o ruído dos anjos escreveu outras linhas

Sobre a mesa abandonada. Sobre ela

Puseste o corpo, o campo, o mapa, o livro,

A faca, a carta vinda de muito longe. Apenas

Sabes que és tu que aí estás: o remetente não existe

É só um sopro que enviou a carta”

Francisco José Viegas

Sobre a autora

Carla Jordão é licenciada em Dança, no ramo de Espectáculo, pela Escola Superior de Dança. A sua experiência profissional está ligada à Dança e ao Teatro como intérprete (em companhias e projectos), e à criação coreográfica. Tem participado em várias performances em Portugal, Espanha, França, Grécia, Polónia, Áustria e Alemanha. É actualmente bailarina da Companhia de Danca de Almada, na qual trabalhou com diversos coreógrafos como Benvindo Fonseca, Clara Andermatt, Guillermo Horta Bettencourt, Jean Paul Bucchieri, Marie Coquil, Rui Pinto. Foi bailarina da Kamu Suna Ballet Company, com a direcção de César Moniz. Trabalhou com a Inestética Companhia Teatral, na peca “O 3º Homem”. Em Berlin, participou em 2 peças coreográficas do coreógrafo Chaim Gebber. No verão de 2008, trabalhou em Colónia e Viena, na peca “7XK”, de Mario Mattiazzo, uma coreografia para o Festival Sommerblut. Esteve envolvida num projecto com a coreógrafa e dramaturga Célestine Hennerman, em Düsseldorf e Frankfurt. Adicionalmente coreografou a peça “Who said that God is a man?”, criação em Zurique (Tanzhaus Wasserwerk) e em Düsseldorf (Tanzhaus NRW); e “Duas faces e Uma parede”, uma co-criação com a bailarina Lucinda Saragga; “La Ligne de Vie” para a Companhia de Dança de Almada, a qual foi escolhida para representar a companhia no festival Platforma.hr (Croácia), no festival Insoliti (Turin) e no ProART Festival (República Checa). Coreografa e interpreta o solo “Self Portrait”, criado numa residência em L’AGORA, Guilers (França), com estreia no festival La Becquée (Brest). Recentemente cria e interpreta a peça coreográfica “Me you you Me”, uma co-criação com Romain Husson, resultado de uma residência artística e performance no CAE, Figueira da Foz.

 

Ficha Artística e Técnica

Coreografia e interpretação: Carla Jordão

Música: A Silver Mt. Zion

Figurino: Companhia de Dança de Almada

 

Para entrar em contacto com a produção da Companhia clique Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Fotos

Uma historia_para_nunca_ser_contada_foto_03_creditos_Pedro_Soares_qd

FaLang translation system by Faboba

Contactos

 

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

Ed. Academia Almadense

2800-163 Almada

Tel: +351 212 583 175,

Fax: +351 212 500 524

E-mail: geral@cdanca-almada.pt

Escola - Almada

 

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 112800-163 Almada

Tel +351 212 500 145

E-mail: escola@cdanca-almada.pt

Seg. a Sex., 16:00 às 20:00

Financiamento

3CMA cor_horizontal copy