Condições para a frequência do curso

  1. É obrigatória a frequência total das disciplinas propostas (consultar plano curricular);
  2. Assiduidade: o número elevado de faltas poderá impedir o aluno de permanecer no Curso Vocacional. A inscrição poderá ser automaticamente anulada, se o aluno der mais do que 4 faltas seguidas sem justificação;
  3. O aluno deverá ter disponibilidade para a participação em espetáculos e apresentações propostos ao longo do ano letivo. Estes poderão implicar ensaios extra aulas e custos adicionais (figurinos, deslocações, alojamento e alimentação).
  4. Todos os alunos são sujeitos a um exame na disciplina de Técnica de Dança Clássica.

Organização das disciplinas do Curso Vocacional

 

Cursos

Vocacionais

Dança

Clássica

Dança

Contemporânea

Moderno

Barra

de Chão

Estúdio

Coreográfico

Reportório

Disciplina

Complementar

(semestral)

Ano 1

Grau III A - 3x   Mod. - 1x B.C. - 1x -  - -
Ano 2 Grau III B - 3x

D.C. - 2x

 

B.C. - 1x

-

- -
Ano 3

Grau IV A - 3x

D.C. - 2x

 

B.C. - 1x

E.C. - 2x

- -
Ano 4 Grau IV B - 3x

D.C. - 2x

 

B.C. - 1x

E.C. - 2x

Rep. - 1x Comp. - 1x
Ano 5 Grau V - 3x

D.C. - 2x

Mod. - 1x

B.C. - 2x

E.C. - 2x

Rep. - 2x Comp. - 1x
Ano 6 Grau VI - 5x

D.C. - 2x

 

B.C. - 2x

E.C. - 2x

Rep. - 1x Comp. - 1x
Ano 7/8 Grau VII/VIII - 5x

D.C. - 2x

Mod. - 1x

B.C. - 2x

E.C. - 2x

Rep. 4x Comp. - 1x
Estágio na Ca.DA*

 * Sujeito a convite da direção da Ca.DA

 

Competências a desenvolver

  • Adquirir uma consciência do corpo em relação a tudo o que o rodeia;
  • Permitir uma relação entre o corpo e o espaço e o corpo e o tempo (organização espácio-temporal);

Serão programadas e realizadas atividades que, a partir de jogos e de situações lúdicas, concorram para a progressiva construção e organização do espaço físico-geométrico e relacional e, também, para a intuição inicial da sucessão temporal das ações. Através da utilização de todas as estruturas motoras, estáticas e dinâmicas em jogos de movimento baseados em esquemas livres ou pré-estabelecidos de forma individual ou coletiva, promover-se-á na criança a aquisição de conceitos relativos ao espaço e à orientação (perto/longe, em cima/em baixo, para a frente/para trás, alto/baixo, curto/longo, grande/pequeno, esquerda/direita) e conceitos relativos ao tempo e à estrutura rítmica (primeiro/depois, ao mesmo tempo/conjuntamente, lento/rápido).

  • Ganhar uma consciência do corpo e do seu potencial de mobilidade;
  • Envolver expressividade nos movimentos realizados;
  • Desenvolver o espírito criativo e a sensibilidade expressiva e estética em pequenos trabalhos de criação individual e/ou em grupo;
  • Unir a motricidade à aquisição de competências relativas à comunicação gestual e mímica, à dramatização, bem como à relação entre movimentos e música;
  • Interpretar e executar o material introduzido na aula de forma satisfatória do ponto de vista técnico;
  • Desenvolver a motricidade fina;
  • Desenvolver a percepção auditiva e visual;
  • Desenvolver o sentido rítmico;

(As crianças manifestam muitas vezes uma falta de ritmo que se traduz na incapacidade de encontrar o ritmo certo de execução em relação ao que é pedido. A dança contribui para melhorar, gradualmente, a capacidade de executar movimentos no tempo e para criar uma consciência rítmica pessoal e de grupo.)

  • Desenvolver a coordenação;
  • A aprendizagem motora infantil consiste num processo gradual de assimilação natural de novas técnicas com vista à melhoria das capacidades motoras.
  • Aprender do ponto de vista motor significa aprender a controlar o aparelho motor e organizar os movimentos em relação às solicitações ambientais e às motivações. Na execução de um movimento intervêm muitas funções e aquisições.

As funções são:

- Individualizar os movimentos a seguir, dando a estes uma ordem na sua sequência;

- Medir e dirigir o movimento;

- Manter o equilíbrio;

- Identificar a posição das partes do próprio corpo.

  • Desenvolver o sentido de lateralidade; 

A obtenção da lateralidade pode entender-se como a tomada de consciência da própria "direita" e da própria "esquerda", seja em relação a si próprio seja em relação a outros.

  • Promover a autonomia e a autoestima;
  • Permitir uma atividade de observação e crítica;
  • Fomentar a interação social;

A dança é uma representação de grupo e, como tal, desenvolve neste um sentimento de união e solidariedade, redimensiona as manifestações egocêntricas e encoraja os alunos mais tímidos e introvertidos.

Graças à atmosfera descontraída e recreativa obtida durante a atividade da dança, é possível atingir uma homogeneidade, mas nunca um esmagamento dos valores individuais, favorecendo as relações interpessoais entre as crianças. Cria-se, portanto, uma união de grupo destinada à realização de um trabalho comum, no respeito das regras do jogo.

  • Desenvolver a personalidade;

A dança, atividade psicomotora por excelência, desempenha um papel privilegiado, quer como meio de expressão artística quer como instrumento de educação, para um melhor conhecimento do próprio corpo e das suas potencialidades: "a dança é uma cooperação organizada das nossas faculdades mentais, emotivas e corporais, que se traduz em ações cuja experiência é da máxima importância para o desenvolvimento da personalidade." R. Laban

  • Desenvolver competências das técnicas da Dança Clássica e da Dança contemporânea;
  • Proporcionar um contacto com o mundo da dança.

 

Objetivos

  1.  Aprofundar os conhecimentos em dança, orientados para o domínio avançado das técnicas da dança clássica e da dança contemporânea;
  2. Promover o contacto com diferentes correntes estéticas, técnicas e metodologias da Dança;
  3. Proporcionar o contacto e a interação com o meio artístico e profissional da Dança;
  4. Valorizar a vivência e trabalho em grupo assente nos princípios da solidariedade, da cooperação e do respeito mútuo;
  5. Proporcionar a experiência de estar em palco, permitindo a aquisição de noções essenciais relacionadas com a criação artística, produção e interpretação de espetáculos.
  6. Integrar o conhecimento das várias áreas relacionadas com o espetáculo, como a luminotecnia, a sonoplastia, a direção de cena, a produção, a maquilhagem e caracterização e a cenografia, entre outros.
  7. Promover atividades conjuntas com outras escolas de ensino artístico e outras instituições ligadas à dança e às artes do espetáculo, facilitando a troca de experiências e a concretização de ações conjuntas como espetáculos, intercâmbios e visitas de estudo, entre outras.
  8. Divulgar o trabalho desenvolvido na escola, incentivando a participação dos alunos em atividades e ações junto da comunidade;
  9. Estimular relações de convívio, solidariedade e intervenção cultural entre os membros da comunidade educativa, através de atividades de extensão curricular ou comemorações e apresentações em locais públicos de Espetáculos e Oficinas Coreográficas;
  10. Promover e facilitar o acompanhamento do desempenho curricular, assegurando modos de comunicação regular com os encarregados de educação e estimulando a sua participação na atividade da Escola;
  11. Proporcionar aos alunos uma formação adequada à realidade da dança atual, contribuindo assim para uma nova geração de bailarinos e agentes da dança com um sentido crítico apurado.

 

Momentos de avaliação

2º período - exame na disciplina de Dança Clássica.
Final do ano letivo – apreciação global resultante da avaliação contínua em cada disciplina.

 

Aproveitamento e transição
Obtém aprovação e reúne as condições para transitar de nível/ano, o aluno que obtenha uma classificação não inferior a Satisfaz, no domínio da Apreciação Global, nas disciplinas técnicas de dança clássica e dança contemporânea.

 

Espetáculos de fim de ano
O Curso Vocacional apresenta os seus trabalhos finais em dois espetáculos: no espetáculo de Dança Clássica/Geral onde, em conjunto com os alunos dos cursos livres, apresenta o trabalho da disciplina de Dança Clássica, e no espetáculo de Dança Contemporânea, onde apresenta o trabalho da disciplina de Dança Contemporânea.

O trabalho de Reportório e Estúdio Coreográfico, poderá ser integrado num destes espetáculos ou apresentado num espetáculo específico.

É proibido o registo de imagens nos espetáculos de fim de ano.

Na semana antes de cada espetáculo haverá ensaios de palco (num teatro a confirmar), sendo os pais responsáveis pelo transporte das crianças até ao local de ensaio.
Durante a semana de ensaios de palco é muito importante que nenhum aluno falte, para não comprometer o seu trabalho e o dos colegas.

 

FaLang translation system by Faboba

Headquarters

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

Ed. Academia Almadense

2800-163 Almada

Tel: +351 212 583 175,

Fax: +351 212 500 524

E-mail: geral@cdanca-almada.pt

School - Almada

 

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 112800-163 Almada

Tel +351 212 500 145

E-mail: escola@cdanca-almada.pt

Mon. to Fri., 16:00 to 20:00, 16:00 às 20:00

Support

3CMA cor_horizontal copy