Facebook Instagram  

 

NAO LUGAR CaDA 2015 creditos Pedro Soares foto8 637x232


 Estar só é estar em contacto com os outros, sem de facto estar com ninguém. Entre corpos, encontros e desencontros, é estar no meio de uma multidão, mas completamente sozinho. Habitar um espaço físico em que somos invisíveis, mas também não vemos o outro. Vazio, hermético, sem cheiro, igual a tantos, mas diferente. A velocidade, é maior que a velocidade, não se anda, corre-se. Tudo é rápido e fugaz, próximo mas na realidade distante. Tudo é plástico. Está cheio, mas é vazio. A velocidade rege o Homem. O que está a ser feito, já pertence ao passado e em simultâneo, já está algo novo a acontecer. É onde está tudo, mas nada de real se encontra. A esperança é que no meio do nada alguém se encontre, encontre o outro e do nada surja algo. Daniela Andana

 

Sobre a autora
Daniela Andana, atualmente a frequentar o mestrado em Artes Cénicas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, é licenciada em Educação Física pela Faculdade de Motricidade Humana (2005), e em Dança pela Escola Superior de Dança (2008), tendo concluído o último semestre em Danshogskolan, na Suécia, onde trabalhou com Camilla Ekelof. Na Faculdade de Motricidade Humana participou no Projecto Eurodanse, coreografado por Wayne Mcgregor, com apresentação final na Irlanda, em 2002. Na Escola Superior de Dança, interpretou trabalhos de Rui Horta, Anne Teresa De Keersmaeker, Mercê Cunningham, Marta Graham, Vasco Valenkamp, e trabalhou pessoalmente com Amélia Bentes, Claire Pençak e Ludger Lamers. Participou em workshops/performances com diferentes professores e coreógrafos, dos quais destaca: Cristina Planas Leitão, Hélder Seabra, Filipa Francisco, Margarida Mestre, Teresa Ranieri, Maria José Bernardino, Peter Michael Dietz, Luís Xarez, Amélia Bentes, Stephan Jurgens, Arlett Huntz, Will Swanson, e Natalia Timonaeva. Como bailarina, interpretou peças infantis entre 2006 e 2011. Em 2010 entrou na Companhia de Dança de Almada como bailarina profissional, onde se mantém até ao momento. Como coreógrafa, criou “Para Além da Imagem” (2009) e “Acasos” (2011). Em 2011 foi co-autora da peça “Galileu”, com Beatriz Rousseau, estreada na programação da 19ª. Quinzena de Dança de Almada, e apresentada em Sesimbra, Lisboa, Coimbra e Zagreb.

 

Ficha artística
Coreografia: Daniela Andana
Texto: Nitin Sawhney
Interpretação (elenco original): Beatriz Rousseau, Bruno Duarte, Joana Puntel, Luís Malaquias, Mariana Romão, Miguel Santos e Nuno Gomes
Seleção e edição musical: Daniela Andana
Figurinos: Vanessa Monteiro
Assistente de coreógrafa: Maria João Lopes

 

Circulação

Parc Roi Baudouin, Durbuy - Bélgica, 27 de agosto de 2017
Teatro Dei Rinnovati, Siena - Itália, 22 de outubro de 2016
Teatro Municipal Joaquim Benite, Almada - Portugal, 26 e 27 de setembro de 2015
Casa da Cerca, Almada - Portugal, 4 de julho de 2015

 

20' | M/6

FaLang translation system by Faboba

Contactos

    

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada

Tel: +351 212 583 175

Fax: +351 212 500 524

E-mail: geral@cdanca-almada.pt

Ca.DA Escola

 

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada

Tel +351 212 500 145

E-mail: escola@cdanca-almada.pt

Seg. a Sex., 16:00 às 20:00

Financiamento

REPUBLICA PORTUGUESA CULTURA branco

dgartes horizontal PB cinza fundos escuros

3CMA cor horizontal copy